quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Sobre escuridão e seus reflexos

Conversando sobre o blecaute do mês passado, surgiu a seguinte observação:

"Deu uma vontade correr pelado no dia do apagão"

A primeira coisa que segue a uma frase dessas são risos. Alguns surgiram, mas o que mais se ouvir foi:

"Eu também pensei nisso."

O interessante é que outras pessoas já haviam dito o mesmo, sobre a mesma situação, o que me fez pensar que é um "instinto coletivo" se despir na escuridão.

Realmente, a ausência de luz faz com que as pessoas revelem o que a vergonha não permite.

Na situação do blecaute, creio que isso se demonstre de algumas formas...

Da mesma forma que alguns correriam nus, outros se utilizariam da escuridão para praticar crimes, para pixar a casa do vizinho, mexer com aquela vizinha...

Cada um utilizaria o anonimato causado pela escuridão de acordo com seus desejos ocultos, vontades escondidas, "insanidades"...


Eu fui um dos que sentiu vontade de me despir, de vestes e vergonha, e correr por ai, nessa situação...

Como forma de estudar as diferentes reações e, utilizá-las como ferramenta de pesquisa, pergunto...

... e você, "o que você faz quando, ninguém te vê fazendo?"

[comentários anônimos são permitidos]

17 comentários:

Paulinha disse...

Essa é uma pergunta que faço a mim mesma, o que sou capaz de fazer qaundo ninguem está me vendo?

É acho que todas as pessoas necessitam muitas vezes desse anÔnimato para satisfazer suas vontades reais.

O escuro me faz querer ser ou fazer tudo que meu corpo e alma está gritando !!!

É sentir segurança, em algo que não é tão seguro quanto pensa.

JulianPatrícia disse...

eu correria pelada passando a mão na bunda de todo mundo...

Fatão que no ecuro tudo se revela, acxho que só não sai correndo pelada pq sabia que outras pessoas estariam na escuridão fazendo o que tinham vontade...ai era tenso hahahaha

Maria Carolina disse...

No escuro eu ia poder fechar os olhos sem me preocupar.

Gigante disse...

Cara correr pelado seria o máximo!*-*
Pena que estava dormindo na hora do apagão... =/

Gigante disse...

ah uma coisa que não mencionei, todos tem um a historia pra contar, eu queria estar acordado pra ter uma história pra contar no momento que ocorreu o apagão.. =/
Imagina contar que estava assistindo supernatural bem na hora que o espirito vai aparecer as luzes começam a piscar(que de fato estava assistindo, mas dormi antes¬¬')
Ou dizer que estava tomando banho e derrepente se "viu" pelado no escuro, sem achar o registro pra fechar aquela água fria que caia sobre vc...
enfim...qualquer historia seria fantástica!
Acho que vou sabotar outro apagão pra ter uma historia!

Guilherme Holanda disse...

Masturbação é uma boa resposta? shaUSHUahsauHSUahsuAHSU...como dito antes correria pelado sim!!! c correr pelado em casa já eh bom...imagino no meio da rua...deve dar um ar maior d liberdade...parabens novamente pelos textos, eh nois maninho

^^ Patty ^^ disse...

"Quando tá escuro, ninguém repara as minhas meias..."

não andaria pelada no escuro não...vai q algum neguim venha se roçar em mim, seria uma desbenção.

eu brincaria de dormir de olhos abertos.

liz disse...

o anonimato seria uma forma de me esconder na escuridão (a de não ter nome de identificação?).
eu tenho vergonha de tanta coisa. quem me conhece não sabe metade dos meus travos, dos meus receios, das inseguranças. se só houvesse noite/escuridão eu talvez, talvez, sussurrasse no ouvido do amado o tamanho do amor que tenho por ele. no escuro eu diria todas as minhas juras e tocaria todos os toques que diante dos olhos eu não toco, não sei se por vergonha ou por medo, mas já deixei de ser todo o meu amor por assim não o saber (o tempo em seu tempo e partes me fizeram mais fria do que de fato sou - ou eu seja, mas não o aceite). as roupas nem sempre são o meu problema, o "o que os outros vão pensar" também não, nem sempre, nem sempre (já fui mais encanada com muita coisa!).
de verdade eu não tenho certeza do que faria, acho que talvez não fizesse nada de extraodinário, eu usaria a ocasião pra pensar na questão e descobriria que co mou sem luz o ato de 'não fazer' é ecuridão interna (somos na maioria mal resolvidos com nossas vontades)

Ede® disse...

Na escuridão não há olhos, eles continuam lá, mas se tornam obsoletos diante dessa situação, e então, desejos novos ou ocultos se manifestam...

A visão é algo absoluto, não se pode ver além do que se é visto, tampouco menos do que é possível. Isso poderia por exemplo explicar o porquê de se fechar os olhos ao orar/rezar.

Na escuro nossos pensamentos ecoam, enfim, respondendo a pergunda, eu gosto de fazer sexo :P

alexandre disse...

Hohohoho seria interessante a ideia d me despir.. mais eh meio bizarro d qualquer forma... mas pensei seriamente nissu no priximo apagão !!

Obs: tudo fika gostoso na escuridão !

Cacá disse...

concordo... tudo fica gostoso na escuridão...

me despir e sair correndo no meio da rua ??
nao, capaz de vir alguem e craaww na caau xD
hasuhasua

mas não é má idéia

hsuahasua, como diz Copélia: "prefiro não comentar..."
vamos esperar o próximo xD

Anônimo disse...

me depilo. /q

(Gabi)

Kyka disse...

Bom, antes de mais nd gostaria de fazer um comentário! Qdo te conheci no carnaval em peruíbe, te achei uma pessoa maravilhosa instantaneamente, mas jamais achei que houvesse ainda mais em vc, e cd vez q leio um texto seu, descubro que eu ainda naum vi nd.
Mas enfim, vamos a resposta. Eu tive depressão uma época mto forte, passei por diversos tratamentos. E as pessoas nunca entenderam que isso é uma doença, axavam q era frescura, que eu tinha q ser forte, q havia pessoas q tinham problemas maiores q o meu e que eu num tinha motivo pra chorar. De uns tempos pra cá, eu vesti uma armadura e não permito que as pessoas reconheçam fraqueza em mim, mesmo as mais próximas. Então talvez na escuridão, eu quisesse me encolher num canto, abraçar as pernas, e com a cabeça encaixada entre elas, eu choraria como criança. Pq nem sempre é bom "ser forte", fingir uma força o tempo todo é fazer uma força maior ainda....

Carol Mioni disse...

Vira e mexe me pergunto isso... acho que eu não faria nada demais... talvez eu aproveite (e aproveitei) pra matar minha saudades das velas, do romantismo e tranqüilidade delas...

Clara disse...

Fecho os olhos e penso nas pessoas que me importo e peço que elas estejam bem.
No apagão a unica coisa que fiz foi dormir e pensar que no dia seguinte tudo estaria melhor.
Um dia após o outro.

Flora disse...

Cada dia mais acostumada em estar só, então cada coisa que faço no dia, são coisas que se estivesse com alguém, faria de maneira igual.
Com excessão das orações e pedidos, que em si, é um momento total particular meu. ^^

Mah disse...

Apesar de ter medo do escuro eu aproveito esses momentos de escuridão pra olhar pro céu, sim, pode parecer estranho, mas só quando acaba a luz que a gente consegue enxergar as estrelas, as belas estrelas. Isso é uma das vantagens do escuro, e claro, também gostaria de fazer umas doideiras do tipo de correr pelada, haha!